As inscrições se encerram em:

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Eu não vou te oferecer a fórmula mágica ou o milagre da aprovação sem estudos. Isso não existe.  

Eu vou te oferecer um método. Um método fundado nas premissas mais simples que qualquer um poderia imaginar. O método mais efetivo, direcionado e poderoso que você poderia usar para conquistar a aprovação na primeira fase do exame da OAB.

É, meus caros, eu sei o peso do sonho. Eu mesma, sonhadora nata e a maior incentivadora de sonhadores que conheço, já compartilhei esse mesmo objetivo com vocês.

Já senti o friozinho na barriga antes de ir para a prova. Já tive medos e inseguranças. Já achei que talvez não desse certo. Já me desdobrei para tentar escolher a melhor forma de preparação para um dos grandes desafios da vida. Eu já estive aí no mesmíssimo lugar que você está agora.

E percebi algo curioso: às vezes, em nossa mente, tornamos nosso adversário maior do que ele realmente é. Nos vemos com Dom Quixotes lutando contra moinhos de vento. E só depois de superado o desafio, ao olhar para trás, acabamos por perceber que os gigantes estavam apenas em nossa cabeça.

Eu mesma comecei a minha preparação para a temida OAB alguns meses antes da prova. Tenho que confessar: eu nunca fui a aluna exemplar que deixava os trabalhos prontos no mesmo dia que a tarefa era passada; nunca fui a primeira da turma, a mais aplicada ou a mais esforçada. Mas eu tinha um gosto danado por fazer provas. 

Quando prestei vestibular, além da aprovação na UNESP (faculdade em que me formei), fui classificada nos primeiros lugares (4º, se não me falha a memória) de um dos vestibulares mais concorridos dentre universidades estaduais para as quais me inscrevi. Também fui aprovada ainda na primeira prova de Ordem que prestei, somando neste mesmo ano aprovação em um dos concursos mais concorridos do Brasil, o de escrevente do TJSP (para o interior) e depois novamente em 2017 (para a capital). Percebi que o meu negócio mesmo não era a vida acadêmica, era fazer provas.

Tá, mas isso não é sobre mim, é sobre você.

Quando criei o @AhMandaDireito comecei a ter contato com centenas de estudantes de direito que estavam prestes a fazer a prova da OAB. Eles me diziam que tinham medo de não passar enquanto os amigos comemoravam a aprovação; tinham medo de não conseguir emprego por não ter a OAB, medo de julgamento da família e dos colegas, medo de não se sentirem bons o suficiente. Eu percebi então que esses eram receios comuns da maioria dos estudantes que estavam se preparando para o exame.

Pensei com meus botões: “alguém precisa fazer alguma coisa pra fazer esse pessoal entender que a pior estratégia do mundo é sair desembestadamente estudando todas as matérias”. E eu decidi fazer isso eu mesma.

Criei e estruturei um material absolutamente completo, estratégico e minuciosamente organizado com todo o aparato necessário para a aprovação na primeira fase do exame. Então nasceu o Missão OAB 30.

As premissas essenciais do Missão OAB

As premissas essenciais do
Missão OAB

ORIGINALIDADE

É um material diferente de tudo o que você já viu. Um compilado organizado e estruturado fundado em dados concretos e analíticos dos últimos exames aplicados pela FGV.

CONCISÃO

NÃO haverá centenas de videoaulas, sinopses e doutrinas. Não foi esse o método que eu adotei para qualquer uma das aprovações que obtive até hoje, e, por isso mesmo, pela experiência conquistada no campo de batalha, digo com convicção: não é esse o melhor caminho.

FOCO

Você estudará o que é de fato cobrado pela banca. Nem mais, nem menos. Você dominará técnicas de estudo fundadas em leitura de lei seca, formulação de mapas mentais e resolução de questões. O combo mais poderoso do mundo para a sua aprovação.

ESTRATÉGIA

Essa é sua arma mais poderosa. Serão abordados 73 temas das 9 matérias mais importantes do seu exame: Ética, Constitucional, Civil, Processo Civil, Trabalho, Processo do Trabalho, Penal, Processo Penal e Administrativo. 

TIME

Entraremos em uma missão. Uma missão que começa agora, do absoluto 0, e só acaba com seu nome estampado na lista de aprovados da primeira fase. Mas você não entrará sozinho. Estarão nela todos aqueles que decidirem fazer parte dessa missão. Uma equipe, uma matilha, um time. E eu estarei ali com vocês, a todo instante, para que cheguemos ao final como começamos: juntos.

Como funcionará na prática o Missão OAB?

1

Ao entrar no Missão OAB você terá acesso a um vídeo explicativo pormenorizando todas as etapas da jornada, bem como um vídeo com as técnicas de estudo que colocaremos em prática para absorver o material da forma mais efetiva possível. Serão códigos nossos que estabelecerão um padrão entre nossa matilha;

2

No dia 08/07 se inicia a missão e você deverá realizar um simulado diagnóstico para que possa mensurar seu progresso ao longo dos dias;

3

A cada um dos 30 dias da nossa missão enviarei as tarefas que devem ser completadas. Essas tarefas estarão divididas em três fases:

  • 3.1 – Estudo da Lei Seca (e eventuais PDFs em matérias que exijam conhecimento doutrinário): todos os artigos são transcritos e catalogados de acordo com o índice de incidência dos últimos exames;

 

  • 3.2 – Formulação de mapas mentais pelo aluno: a forma mais efetiva de fazer resumos apenas do que é realmente relevante para a prova;

 

  • 3.3 – Resolução de questões: todas as questões estão acompanhadas de gabaritos comentados para a sedimentação da matéria estudada. Quando você identifica o erro, consegue evitá-lo;

4

Os participantes do Missão OAB terão acesso a um grupo exclusivo para a resolução de dúvidas e questões que surjam ao longo dos estudos.

Como funcionará na prática o Missão OAB?

1

Ao entrar no Missão OAB você terá acesso a um vídeo explicativo pormenorizando todas as etapas da jornada, bem como um vídeo com as técnicas de estudo que colocaremos em prática para absorver o material da forma mais efetiva possível. Serão códigos nossos que estabelecerão um padrão entre nossa matilha;

2

No dia 0 da missão você deverá realizar um simulado diagnóstico para que possa mensurar seu progresso ao longo dos dias;

3

A cada um dos 30 dias da nossa missão enviarei as tarefas que devem ser completadas. Essas tarefas estarão divididas em três fases:

  • 3.1 – Estudo da Lei Seca (e eventuais PDFs em matérias que exijam conhecimento doutrinário): todos os artigos são transcritos e catalogados de acordo com o índice de incidência dos últimos exames;

 

  • 3.2 – Formulação de mapas mentais pelo aluno: a forma mais efetiva de fazer resumos apenas do que é realmente relevante para a prova;

 

  • 3.3 – Resolução de questões: todas as questões estão acompanhadas de gabaritos comentados para a sedimentação da matéria estudada. Quando você identifica o erro, consegue evitá-lo;

3

Os participantes do Missão OAB terão acesso a um grupo exclusivo para a resolução de dúvidas e questões que surjam ao longo dos estudos.

ESTRUTURA MISSÃO OAB

1.1 – APRESENTAÇÃO DO DESAFIO

1.2 – COMO ESTUDAR

1.3 – A PROVA DA OAB

1.4 – LEGENDA CÓDIGOS

1.5 – LEGENDA GRIFOS

1.6 – ORIENTAÇÃO DO SIMULADO

1.7 – SIMULADO DIAGNÓSTICO

2.1 – PDF PLANILHAS DE INCIDÊNCIAS

2.1.1 – CC

2.1.2 – CPC

2.1.3 – CP

2.1.4 – CPP

2.1.5 – CF

2.1.6 – CÓDIGO DE ÉTICA

2.1.7 – EOAB

2.1.8 – CLT

2.1.9 – SÚMULAS DO STF

2.1.10 – SÚMULAS DO STJ

2.1.11 – SÚMULAS DO  TST

2.1.12 – OJs

2.1.13 – LEIS ESPARSAS

2.2 – ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS

2.3 – ABRINDO A CAIXA PRETA DAS MATÉRIAS

2.3.1 – ÉTICA

2.3.2 – CONSTITUCIONAL

2.3.3 – CIVIL

2.3.4 – PROCESSO CIVIL

2.3.5 – PENAL

2.3.6 – PROCESSO PENAL

2.3.7 – TRABALHO

2.3.8 – PROCESSO DO TRABALHO

2.3.9 – ADMINISTRATIVO

3.1 – LEI SECA COM CLASSIFICAÇÃO DA INCIDÊNCIA

3.2 – QUESTÕES COM GABARITO COMENTADO

sobre os bônus

Quando eu decidi criar o Missão OAB eu tive a preocupação minuciosa de adicionar ao método absolutamente tudo que pudesse ser útil na sua preparação.

Me coloquei novamente na posição de oabeira/ concurseira e pensei nos mínimos detalhes que poderiam ser agregados ao Missão para que o método se tornasse absolutamente completo.  

E decidi oferecer como bônus tudo isso.

bônus especial

Horas
Minutos
Segundos
ESGOTADO

SEGUNDO ACESSO GRATUITO

Esse é o único bônus com tempo limitado. 

Quero premiar aqueles que se comprometem desde logo, que tomam a dianteira, que sabem que é o grau de comprometimento que determina o sucesso.

Todos os que adquirirem o Missão OAB até às 23h59min do dia 02.07 terão direito a um segundo acesso gratuito. Quero incentivá-lo a trazer consigo um colega de faculdade, um amigo, alguém que esteja perseguindo o mesmo objetivo, para trilhar essa missão com você.

o que mais você leva no missão oab

O MAPA TRACEJADO DA APROVAÇÃO

São 21 planilhas de incidência de todos os Códigos, Leis, Súmulas e OJs cobradas nos últimos quinze exames, sinalizadas com cores que destacam o índice de incidência de cada um dos artigos, bem como as novidades legislativas e os artigos mais propensos a serem cobrados nos próximos exames.

É o mapa tracejado do Vade Mecum. O catalisador essencial da sua aprovação.

GRUPO SECRETO

Ao entrar no Missão OAB você ganha acesso a um grupo exclusivo de membros no Telegram. 

Será um grupo formado por todos aqueles que dividem com você um mesmo objetivo. Um grupo para que você possa tirar suas dúvidas ao longo do Missão, dividir experiência e insights. 

Um grupo que colocará à prova o ditado que diz que “vai mais rápido quem vai sozinho, e mais longe quem vai acompanhado”. Nossa matilha será mais rápida que qualquer lobo solitário.

suporte blindado e garantia

Suporte integral, até a sua aprovação na primeira fase do exame. Simples assim.

Se por qualquer razão que seja você entrar no Missão OAB e descobrir que ele não é para você, basta pedir o cancelamento do curso nos primeiros 7 dias e eu restituirei integralmente o valor do seu investimento.

LIBERE SEU ACESSO AGORA! OFERTA POR TEMPO LIMITADO

12X DE R$ 97,14 NO CARTÃO

ou apenas R$997,00 à vista

Sobre mim. Oras bolas.

Aqui deveria ser aquela parte da página em que eu escancararia um currículo maravilhosa e meticulosamente arranjado com a impecabilidade olímpica (ou seria olimpiana?). Que eu daria a famigerada “carteirada” sobre todas as minhas grandes realizações profissionais e sobre os homéricos feitos alcançados tão rapidamente, ao longo dos meus poucos vinte e oito anos. Deveria deixar você, leitor, com uma pontinha de inveja ao final. Boquiaberto. Menina prodígio, pensariam alguns. A prima que eu certamente não gostaria de ter, outros tantos elucubrariam.

MAS NÃO FAREI ISSO.

Pelo oras bolas inicial, você já deve ter percebido que este não será um “sobre mim” tradicional.

SOU AVESSA AO TRADICIONALISMO. TENHO UM DESPREZO NATO PELAS REGRAS E PELAS IMPOSIÇÕES DE QUALQUER SORTE QUE TENTEM ENFIAR GOELA ABAIXO. NÃO ENGULO.

Gosto do novo, do diferente, do ousado, do original, do que ainda não foi feito, do que ainda não deu certo, do que reúne todas as chances de dar errado.

Toda essa INTENSIDADE por toda a minha vida foi retribuída com o mesmo vigor. Raríssimas vezes conheci seres que não tinham uma opinião “ame-a ou deixe-a” sobre mim. Os que amavam acabavam por compensar aqueles que odiavam e o balanço magistral do universo era reestabelecido.

Por isso mesmo quero escancarar aqui a essência, o cru, o meu eu sem as ladainhas costumeiras dos que tentam te vender a própria imagem como seres imaculados. Assim você terá elementos suficientes para chegar às suas próprias conclusões.

SOU FILHA DA CORAGEM, NETA DA TEIMOSIA, IRMÃ DA RESILIÊNCIA E AMANTE PLATÔNICA DO IMPOSSÍVEL(apesar de flertar incessantemente com o improvável – sujeito mais disponível, sabe como é). “Veja só se é possível encontrar tanto defeito junto”, diria Machado.

E em Machado me perdi por tantas e tantas vezes. Como os olhos de ressaca de Capitu, as histórias me arrastavam mais e mais para dentro, e me faziam mais apaixonada pela leitura a cada sequência de palavras sublimemente arranjadas, com o toque do gênio que lhe era ingênito. Me apaixonei desde cedo pelos romanceiros e ficções.

Ainda me apaixonaria outras tantas vezes, mas esta primeira foi a única que nunca me rasgou o peito. Dona dos exageros que sou.

A certeza absoluta sobre tudo, a paixão pela leitura e a vocação pela justeza me conduziram involuntariamente ao direito, sem que pudesse oferecer resistência. Delito qualificado contra o meu livre arbítrio. Não importava. O consentimento do pretenso ofendido estava dado.

Definido o destino, restava a mim seguir o caminho. Eis aqui outra característica que não buscarei esconder (mesmo porque não passaria despercebida a qualquer olhar mais atento): a IMPULSIVIDADE.

Vá lá, talvez não tenha sido agraciada com os atributos inerentes aos grandes pensadores e filósofos. Procurei, procurei, e não encontrei um só fragmento de temperança no meu ser, por pequenino que fosse.

Como já diria o bordão, o que não tem remédio, remediado está. E eu que tratasse de dar um jeito de lidar com os predicados que me couberam ao nascer, ou que aprendesse por conta própria aqueles adquiríveis pelo conhecimento e pela prática. Fiz os dois.

USEI O INCONFORMISMO COMO FORÇA MOTRIZ PARA ME TIRAR DA ZONA DE CONFORTO CADA VEZ QUE VOLTAVA PARA LÁ. LUGARZINHO TRAIÇOEIRO.

Prestei vestibular para entrar em uma Universidade Pública. Não entrei.

Estudei mais, estudei muito, estudei o quanto minhas forças aguentaram. Prestei novamente. ENTREI.

Decidi ingressar no serviço público, para me tornar assistente de algum juiz e aprender os ossos do ofício de magistrada que seria. Precisaria, para tanto, tornar-me escrevente. Prestei o concurso, não passei.

Analisei o que tinha feito de errado, quais falhas pesavam sobre meus ombros, onde poderia melhorar. Prestei novamente. PASSEI.

Decidi me tornar assistente de desembargador enquanto aguardava minha nomeação para o concurso de escrevente (nomeação que a cada dia custava mais a acreditar que sequer seria levada a cabo). Trabalhei de graça, empreguei toda a dedicação humanamente possível, mandei uma infinidade de currículos, fiz uma dezena de entrevistas. FUI EMPOSSADA.

Decidi ABRIR MÃO DO CARGO no segundo grau quando fui nomeada escrevente, para seguir com o plano inicial (que agora se tornara factível) de assistir algum juiz. A mim era claro que o conhecimento ali adquirido me traria mais perto da sonhada toga, e razoavelmente compensariam a perda salarial. Abri mão dos vencimentos mais cobiçados por todos meus colegas, fui taxada de louca, fui julgada por pessoas próximas e pelos mexeriqueiros opinadores profissionais e amadores que tomaram ciência da história. Fiz mesmo assim.

Decidi empreender.

Criei um produto que em minha ingênua concepção ajudaria verdadeiramente aqueles que quisessem trilhar o mesmo caminho que tinha percorrido até então. Fui escrachada publicamente; fui atacada pessoalmente; fui objeto de bisbilhotices e de opiniões tão somente baseadas no “disse que disse”; fui julgada e condenada sem direito ao contraditório ironicamente pelos guardiões da própria justiça. Como o de Policarpo Quaresma, presenciei o triste fim da donzela vendada e o senti na pele. Perdi o cargo comissionado que ocupava desde meu ingresso no múnus público, apesar de manter o posto no concurso para o qual fui aprovada. Comemoraram a perda do meu cargo como comemoraram a vitória da seleção sobre a Alemanha na Copa de 2002 (ou ao menos era como a mim parecia. Perdoe os exageros, caro leitor, já os tinha alertado sobre estes).

DECIDI QUE NÃO ESTARIA MAIS ALI.

Decidi que não seria um fantoche. Decidi que não daria a ninguém o poder de deliberar sobre o que eu poderia ou não fazer da minha própria vida. Imagine lá se eu deixaria esses bons senhores darem pitaco no meu umbigo. Quanta petulância ora pois. Tomei as rédeas. Pedi eu mesma exoneração. No auge da insegurança mundial entreguei de bandeja a (diriam) tão desejada estabilidade. “Louca”, bradavam.

Se esse é o preço que ela custa, é cara demais. Aliás, nada nesse ou nos outros universos contrabalancearia o valor da minha liberdade. Que reste consignado em ata.

Que me perdoe Machado, que segue invicto no meu rol de estimados mestres, mas foi Pessoa que definiu como ninguém o âmago da minha alma. Como ele, TENHO EM MIM TODOS OS SONHOS DO MUNDO.

Eles são meus. Meus apenas. Ninguém tasca. Como minhas vontades.

E por eles eu não meço esforços. Eles me mantêm viva. Eles me recobram as forças quando o espírito falha. Eles me guiam quando eu não consigo ver a luz. Eles não desvanecem quando parece não haver saída.

Por eles eu finco o pé em minha teimosia. Por eles eu pulo sem paraquedas no desconhecido. Por saber o quanto eles valem, eu tento convencer todos aqueles que cruzam meu caminho a acreditar também, cega e incessantemente, em seu poder incomensurável.

E você, ACREDITA?

Agora eu preciso de uma coisa sua. É um pedido simples mas que fará toda a diferença do mundo: eu preciso do seu completo comprometimento.

Serão 30 dias de imersão e foco absoluto. 30 dias de estratégia direcionada. 30 dias de missão. 

Estaremos juntos todos os dias durante esses 30 dias. E estarei aqui até o final.

DÚVIDAS FREQUENTES

Serve tanto para os oabeiros de primeira viagem quanto para aqueles que já enfrentaram alguma reprovação. O simulado inaugural vai medir o seu nível de prova, e o seguinte mensurará seu progresso até o final da jornada.

Claro. Você pode começar desde logo a se preparar para o exame, além de poder aplicar as técnicas do Missão OAB para seus estudos em diversas outras áreas da sua faculdade.

As tarefas são diferentes a cada dia, e o tempo de dedicação diária dependerá de fatores pessoais de cada aluno a rapidez do estudo e da resolução das questões. Em média 3h a 4h diárias de estudo para investir em seu objetivo da aprovação. Serão 30 dias intensos que mudarão o jogo dos seus estudos.

Sem problema algum. Basta solicitar o cancelamento nos 7 primeiros dias e te devolveremos integralmente o valor pago.

Nosso suporte estará sempre disponível para tirar suas dúvidas ao longo do Missão OAB 30.

Você também fará parte de um grupo exclusivo formado apenas por alunos do curso, que poderão trocar dicas e experiências sobre o Exame. Ah, eu também estarei participando ativamente desse grupo. Iremos juntos nessa missão.

O missão começará oficialmente no dia 08/07. Como teremos um grupo de suporte integral com interação ativa dos alunos do Missão OAB, é de extrema importancia que estejam todos na mesma página

Missão OAB - Todos os direitos reservados - 2020